Novidade!!
Instale e experimente nosso App exclusivo para celulares Android, é grátis!
Clique Aqui

Início Rumo a Nova Humanidade Seres #SERES – Máquinas Voadoras Vimanas

#SERES – Máquinas Voadoras Vimanas

Alguns ufólogos modernos atribuem às vimana evidências de civilizações tecnologicamente avançadas do passado. Outras explicações são dadas pelas Teoria dos astronautas antigos.

947
0

Vimana é um veículo voador mitológico, descrito na literatura antiga da Índia. Referências a veículos voadores são comuns nos textos hindus antigos, que, inclusive, descrevem seus usos na arte da guerra. Independentemente de serem capazes de voar na atmosfera terrestre, consta que as vimanas também viajam pelo espaço e sob a água. Descrições contidas nos Vedas e na literatura indiana recente falam de vimanas de várias formas e tamanhos:

  • Nos Vedas: o sol e várias outras divindades são levadas em suas peregrinações por carruagens voadoras, com rodas e puxadas por animais, geralmente cavalos (a carruagem do deus védico Puchan é puxada por bodes)
  • O “agnihotra-vimana“, com dois motores (?). (Agni significa fogo em sânscrito).
  • O “gaja-vimana“, com mais motores (?) (Gaja significa elefante em sânscrito).
  • Outros tipos possuem denominações baseadas em animais, como o martim-pescador, o Íbis e outros.

984A544B-71F1-4986-88BA-4B3526766147

Alguns ufólogos modernos atribuem às vimana evidências de civilizações tecnologicamente avançadas do passado. Outras explicações são dadas pelas Teoria dos astronautas antigos. Há ainda aqueles que estabeleceram ligações das máquinas voadoras com a lenda dos Nove Homens Desconhecidos. David Hatcher Childress fala sobre elas em seu livro “Vimana Aircraft of Ancient India & Atlantis”(Vimana – Aeronáutica da Índia Antiga e da Atlântida),citadas também em obras anteriores como “Lost Cities of China, Central Asia & India”(Cidades Perdidas da China, Índia e Ásia Central).

9A725FC2-5EDF-44D5-B2E6-0F112CF45574

Na mitologia hindu, o demônio Rei Ravana de Lanka (antigo Sri Lanka) trouxe ao país algo chamado Pushpaka Vimãna. Vimãna literalmente significa atravessar ou medir. Outros usos da palavra referem-se a um templo ou a uma máquina voadora.

O Pushpaka Vimãna era considerado o palácio voador do Rei Ravana, com a forma de um pavão gigante.

De fato, há muitas referências a máquinas voadoras nas esculturas de templos e nos escritos antigos.

As imagens encontradas nas vigas do teto de um Templo do Novo Reino de 3000 anos, localizado a várias centenas de quilômetros ao sul do Cairo e o platô de Gizé, em Abydos, se assemelham às aeronaves modernas.

Afirma-se que alguns anos atrás, os chineses descobriram alguns documentos sânscritos em Lhasa, no Tibete, e os enviaram à Universidade de Chandrigarh para serem traduzidos.

A Dra. Ruth Reyna, da Universidade, disse que os documentos contêm instruções para a construção de naves espaciais interestelares motor de mercúrio.

Seu método de propulsão, disse ela, era “anti gravitacional” e se baseava em um sistema análogo ao de “laghima”, uma força centrífuga forte o suficiente para contrariar as forças gravitacionais”.

1B936E4D-B4CD-4154-BF53-29E16E682B99

Os manuscritos, no entanto, não mencionam como a comunicação interplanetária foi alcançada, mas eles mencionam uma viagem da Terra para a Lua, embora não esteja claro se a viagem foi planejada ou realizada.

Os cientistas indianos foram extremamente reservados sobre o valor desses documentos, mas se tornaram menos receosos quando os chineses anunciaram que certas partes da informação estavam sendo estudadas para inclusão em seu programa espacial.

Apesar das alegações de que estudiosos antigos estavam cientes de máquinas voadoras que usavam mercúrio como propelente, isso não é algo que a NASA aproveita hoje.

E86D4860-714B-496C-A8A5-FD4A55A7A7E5

Embora os motores de íons com mercúrio tenham sido testados no passado, eles não estão sendo usados ?? agora.

Se os alienígenas desciam em naves “mágicas” de metais místicos, com incrível inteligência e tecnologia, não há dúvida de que os humanos da época os teriam tratado como deuses.

Império Rama

O Império Rama existiu há pelo menos 15.000 anos atrás no norte da Índia. Aparentemente, existiu paralelo à civilização atlante, que pelos cálculos de Platão deve ter sido destruída há 12.000 anos atrás submersa sob as águas do Dilúvio.

Possuía cidades sofisticadas, muitas ainda a serem encontradas no deserto do Paquistão, norte e nordeste da Índia. Algumas cidades com 5.000 anos já foram encontradas por arqueólogos, e são literalmente inexplicáveis. Numa época em que as pessoas deveriam estar vivendo em tendas, essas cidades já possuíam sistema de irrigação, esgoto, largas avenidas e iluminação pública. E o mais fascinante: quanto mais os arqueólogos escavam, mais encontram vestígios de outras cidades, ainda mais antigas, e ainda mais modernas! Infelizmente os pesquisadores se defrontaram com um lençol de água e não puderam cavar mais.

6855EA42-801E-4407-A317-DA7B60D41E51

De acordo com os textos antigos, esse povo utilizava-se de máquinas voadoras que eram chamadas de Vimanas. Eles voavam na “velocidade do vento” e produziam um “som melodioso”. Decolavam verticalmente e podiam pairar no ar, como um helicóptero. Havia pelo menos quatro tipos diferentes de Vimanas: Um dos tipos é descrito exatamente como imaginamos, um disco voador “clássico”: circular, com portinholas e um domo. Outros em forma de pires, e outros como um longo cilindro em forma de cigarro. Todos batem exatamente com descrições de veículos voadores feitas no mundo todo por pessoas que com certeza desconhecem os Vedas.

06BC2A1A-6812-4B91-9745-7AB6F3A4E917

Os textos antigos sobre os Vimanas são muitos, e envolvem desde a construção de um Vimana até manuais de vôo dos vários tipos de naves, alguns dos quais foram traduzidos para o inglês. É curioso até aquilo que se observa numa placa com milhares de anos que faz parte duma coluna do Templo de Abydos no Egito.

Os textos antigos sobre os Vimanas são muitos, e envolvem desde a construção de um Vimana até manuais de vôo dos vários tipos de naves, alguns dos quais foram traduzidos para o inglês.

405BCE3A-DD5B-4155-9478-882F7290D005

Por outro lado, o Samara Sutradhara é um tratado científico lidando com todos os aspectos possíveis dos Vimanas. São 230 tópicos lidando com construção, decolagem, vôos cruzeiros, aterrissagem normal, forçada, e até mesmo a possibilidade de colisão com bandos de aves migratórias ou outras.
Em 1875 foram redescobertos manuscritos do século 4 A.C. escritos por Bharadvajy, “o sábio”, que utilizou textos ainda mais antigos como base.
Chama-se Vymaanika-Shaastra e lida com a forma de pilotar os Vimanas, precauções com vôos longos, proteção contra tempestades e relâmpagos e como voar com a energia solar. Possui 8 capítulos com diagramas que mostram os tipos de naves, incluindo aparatos que nunca quebravam ou se incendiavam. Também menciona 16 materiais que absorvem luz e calor, essenciais para a construção dos Vimanas. Este documento foi taduzido para o inglês com o nome VYMAANIDASHAASTRA AERONAUTICS por Maharishi Bharadwaaja, impresso e publicado por Mr. G. R. Josyer, Mysore , India, em 1979.

Gostou da matéria ?

Compartilhe esse conhecimento com seus amigos…

Revisão:SR.Black

Artigo anterior#ZEN – 5 mitos que você foi ensinado sobre o perdão
Próximo artigo#SERES – Anjos Espaciais
SR Black
Pequena contribuição para todos que estão, como eu, trilhando o caminho de volta para Casa - para dentro de si mesmo. Meu objetivo aqui é compartilhar mensagens que encontro na net, ou que me são enviadas por amigos humanos ou Seres de outras realidades, dimensões ou planos existenciais, que ajudem na compreensão de várias áreas dentro do caminho espiritual. Tambem quero aqui compartilhar ensinamentos e técnicas que utilizo em meu caminho cujo objetivo é atingir a transmutação, alinhamento, harmonia, silêncio, Paz interior (que gera a exterior..), enfim... a união e a comunhão com o Divino. "Segue sempre teu coração; Mentes podem ser convencidas - o coração, não!" (Trecho do Livro "Mensagens dos Mestres - De Coração a Coração") "A Preocupação olha em volta, A Saudade olha para trás, A descrença olha para baixo, A Fé olha para cima, A Esperança olha para a frente e... O EU SOU vive o AGORA!" Muita Luz, Beleza, AMOR, Paz e BOM HUMOR sempre! Projeto Rumo a Nova Humanidade tem como objetivo: Em poucos anos, nosso planeta passará por imensas transformações em todos os níveis existenciais, portanto todos devemos: Promover todos os conceitos fundamentais para a elevação e iluminação do ser Amor, Liberdade, Perdão e Gratidão sobre todas as coisas Acolher, Amparar, Reeducar, Respeitar todos os seres vivos e proteger nosso planeta Orientar a todos através da busca constante do conhecimento Vamos todos juntos nos tornar melhores e livres, avançando sempre rumo a nova humanidade !!!