A explosão no porto de Beirute no Líbano ocorreu do lado do prédio branco retangular da foto, deixando um total de 100 mortos e 4 mil feridos até agora, sendo o choque da explosão responsável pelos maiores danos.

Há relatos que as janelas no Chipre, a 250 quilômetros de distância, sentiram a explosão.

O incêndio teria partido de um estoque de 2,7 mil toneladas de nitrato de amônia que também abrigava fogos de artificio, que havia sido confiscado de um navio guardado no porto há seis anos.

O episódio foi composto de duas grandes explosões, uma pequena que teria iniciado um incêndio no local, atraindo as filmagens de vários usuários que registram os fogos de artificio estourando e a segunda maior explosão.

Uma das curiosidades que foram discutidas é o fato de que a explosão gerou uma “nuvem de cogumelo”, cuja imagem popularmente é associada à detonação de bombas nucleares, o que é errôneo. Nuvens de cogumelo surgem em qualquer explosão de grande magnitude ocorrida no solo, por conta de um fenômeno conhecido como instabilidade de Rayleigh–Taylor.

A detonação produz gás quente, que rapidamente sobe pela atmosfera terrestre. Porém, o ar frio localizado em cima confronta-se com esse gás, e, por ser mais denso, “empurra” o gás para baixo.

 

CasaFlex Planejados Inteligentes – Moveis planejados ou sob medida para todos os tipos de ambientes residenciais ou comerciais, com qualidade, acabamento e preço direto da fábrica sem intermediários, clique no banner e fale com nosso representante direto.

 

Quando uma grande quantidade de explosivo é detonada em ar úmido, a onda de choque causa uma redução da densidade do ar e a condensação do vapor da água nele contido, formando a nuvem de Wilson. Para leigos, semelhante ao “cogumelo” atômico, mas dissipa-se rapidamente.

Quando a pressão e a temperatura retornam ao normal, a nuvem Wilson se dissipa.

A forma da onda de choque é influenciada pela variação da velocidade do som, altitude, temperatura e umidade de diferentes camadas atmosféricas. A explosão em Beirute também teve anéis de condensação, característico de uma explosão dessa magnitude.

O Líbano passa por uma grave crise econômica, marcada por depreciação monetária e hiperinflação.

Inicialmente, pensava-se que o acontecimento poderia ter sido um ataque de Israel ou do partido paramilitar Hezbollah, mas ambos negaram envolvimento.

 

Fontes: CanalTech e MetSul

Revisão: Sr.Black

Gostou da matéria ? compartilhe esse conhecimento com seus amigos(as)…

Conheça todo o nosso trabalho nas redes sociais. Clique Aqui

Considere se tornar um APOIADOR, com apenas R$ 1,00 por mês, você ajuda a manter esse trabalho ativo. Clique Aqui

Anuncie seu produto, empresa, serviço, perfil, página, grupo ou canal em toda a nossa rede de informações e alcance mais de 50 mil pessoas, saiba mais com nosso representante. Clique Aqui