As pessoas poderão baixar suas “Consciências” em microchips, implantá-las em outro corpo e viver para sempre, afirmou um especialista em tecnologia.

Richard Skellett, fundador da Digital Anthropologist e especialista em Future of Work, alertou para um futuro em que trabalhadores britânicos tenham chips
inseridos sob a pele.

O processo já foi testado com a empresa BioTeq, que monta 150 implantes no Reino Unido.

E a empresa sueca Biohax disse ao Sunday Telegraph que está discutindo com várias empresas britânicas sobre o microchip.

Mas, à medida que humanos e máquinas se tornam mais sincronizados, isso pode abrir todo o tipo de possibilidades,
incluindo a capacidade de viver para sempre.

Falando ao Daily Star Online, o Sr. Skellett explicou: “Há muita conversa no momento sobre funcionários com microchip e
há algumas empresas que estão realmente fazendo isso.

“Eu posso ver benefícios disso, mas também abre uma lista inteira de outras coisas – como renascimento”.

Os microchips da BioTeq são semelhantes aos de animais de estimação e são implantados na carne entre o polegar e o indicador.

Os chips poderão armazenar dados médicos e outras informações pessoais.

Skellett acrescentou: “Viver para sempre pode soar maluco no momento, porque a tecnologia ainda não está lá, mas já temos a tecnologia para clonar.

“A reflexão é que clonagem é apenas uma réplica exata em termos de DNA, mas pode não ser nada como você, porque somos feitos de natureza e criação.

“Bem, eu diria que a educação tem tudo a ver com o aprendizado, você é um produto de tudo que você experimentou, seus gostos e desgostos e isso é
indiscutivelmente sua alma.

“Sua alma é você, suas crenças, seus valores.”, afirma Skellet.

(NOTA 1 DO SR.BLACK: Quem estuda a espiritualidade e outros assuntos interligados com seriedade, já encontrou diversos estudos, pesquisas, lives e ensinamentos ocultos
que demostram que a alma nada tem haver com as experiencias geradas pela mente/ego/personalidade, que muitos acreditam ser eles mesmos pelas expressões da consciência gerada nestas experiencias, porem apenas ilusões, aplicativos deste sistema operacional maior que é a Alma, sendo a mesma, fragmento de algo ainda maior, o espirito, interligado em diversos niveis, tempos e dimensões ao mesmo tempo, com outros fragmentos de Alma do mesmo espirito.)

Vejam este video, atraves do link abaixo:
https://www.dailystar.co.uk/news/latest-news/754342/science-news-microchips-live-forever-ai-immortality-richard-skellett?fbclid=IwAR33ZpYGThynhbwSl6a5TdO1GVn0lXFENxbFeT577ca_HC3mI9eK8xs9tBA

“Então, imagine agora que você tem um chip, e esse chip tem coletado todos os seus dados pessoais, todo o seu aprendizado, que efetivamente se torna a nossa consciencia.

“Pode parecer ridículo, mas você pode ser capaz de tirar o chip e colocá-lo em outro corpo e viver para sempre – não é realmente ridículo, não é?”

Mas o chefe de tecnologia alerta sobre outros problemas com o microchip e diz que isso possibilitará ser espionado em 24×7.

Ele também adverte que as pessoas podem vir a “hackear” os dados das pessoas e as tornarem suscetíveis ao crime, dizendo:
“O que acontecerá com as pessoas quando o seu chip corporal for hackeado?

“As identificações e dados podem ser roubados sem que o indivíduo perceba que isso aconteceu.
Isso pode significar que você está sendo clonado sem nem mesmo imaginar, por um hacker.

“Hackers e ladrões podem rastrear os movimentos das pessoas para permitir tanto o roubo digital quanto o físico.

“Nossa segurança doméstica e privacidade, sendo violadas, enquanto os hackers sabem que estamos de férias ou no trabalho é um risco grande demais.

Por que nós queremos que essa informação corra o risco de se piratear? ”

(NOTA 2 DO SR.BLACK – Hoje na Netflix, vocês podem encontrar duas séries que tratam deste assunto, TRAVELERS e ALTERED CARBON, que ajudam a
refletir sobre está possivel realidade, se é que ela já não esteja no meio de nós…)

Fonte

Tradução: Google Tradutor

Revisão:SR.Black

Compartilhe esse conhecimento com seus amigos(as)…

Conheça e curta nossa pagina no Facebook – Clique aqui