Olá , eu sou a Hossanah.

Nasci em São Paulo, capital, de uma família católica, me formei em Direito, com mestrado em Direito Internacional Tributário-Tratados.

Quando eu era criança, lembro-me de assistir o filme ET e ter ficado encantada com aquele amiguinho das estrelas.

Ao final do filme, chorei copiosamente, afinal o amiguinho ET estava indo embora para sua casa.

Eu adorava olhar hora e horas para as estrelas, e o infinito céu azul, perguntando se alguém como eu poderia estar em algum daqueles pontinhos brilhantes.

Este encanto com os filmes  trouxe Cocoon.

O enredo traz um divertido e romântico resgate dos seres de longe, que por onde passavam  marcavam sua interação com os humanos.

Em especial rejuvenescendo velhinhos em um  asilo, pontuando a importância do amor.

Mais tarde viria a  saber que é baseado nas experiências do grupo francês Galacteus, fundado  por I.J.P. APPEL-GUERY ! Minha cabeça e coração vai a mil por hora só de imaginar esses encontros em alto mar.

Nesta época, nos anos 70 muitas incidências de contato extraterrestre foram registrados em vários países.

No Peru, os irmão Wells, tiveram suas aventuras registradas por J.J Benitez, no livro “OVNIs SOS a La  Humanidad”, impulsionado a popularidade da Missão Rahma.

Nos anos 80 ela chegaria ao Brasil, através de Carlos Paz Wells, e seu belíssimo “Semeadores de Vida” lançado em 1993, após muitos anos de experiências com grupos e experimentos.

O livro cativou famosos, entre eles  Fabio Junior e Mário Marcos, que nos trouxeram o álbum  “Contador de Estrelas”, em 1999.

O material é emocionante, recomendo que busquem esta obra sensível!

A Missão Rahma/Projeto Amar, é um capítulo à parte trazida por CRP Wells, hoje Verônica Paz Wells.

Aqui mesmo, no Brasil, em 1976, aconteceu o lendário caso Hermínio e Bianca, sendo divulgado no programa Flávio Cavalcanti, mostrando ao mundo que não estamos sós.

Voltando ao cinema, poderia mencionar dezenas de  filmes sensacionais, mas nesse momento minha memória está vibrando com o entusiasmo que senti ao assistir as séries  Star Trek e Star Wars, envoltos em super tecnologia e modernidade, conflitos comuns de família, apegos e paixões.

Uau, os extraterrestres amam, odeiam e discutem com os pais…tão parecidos conosco…ou nós parecidos com eles?

Obras como “ Eram os Deuses Astronautas?” escrito em 1968 pelo suíço Erich Von Däniken, e  12º Planeta lançado em 1976, por Zecharia Sitchin  traziam mais do que possibilidades, e sim certezas, oriundas de descobertas arqueológicas.

Eu empreendi bastante tempo em pesquisas voltadas aos achados arqueológicos, pois a parte mais espiritualista pode se tornar muito imaginativa e fantasiosa.

Mas, eu sempre tive a certeza de que o universo é muito grande para ter apenas nós, aqui neste Pálido Ponto Azul.

Ainda hoje, busco estudos e novidades científicas do que se passa de diferente fora das fronteiras do orbe terrestre.

Eu ganhei oito colunas  no Portal do Andreoli e também estarei aqui na Rumo a Nova Humanidade e quero convidar você a embarcar nessa jornada de descobertas que quero dividir com vocês.

Até a proxima !!!

Compartilhe com seus amigos(as)…