Essa síndrome atinge diretamente os seres da raça Índigo, os Trabalhadores, e Guerreiros da Luz , com uma missão fundamental na transição planetária.

Quem não for um trabalhador da Luz ,ou estiver preso em velhos arquétipos, ou em crenças religiosas limitadoras, provavelmente não vai entender este texto, vai achar que é uma ficção científica, mas não é.

O termo Síndrome, é utilizado na medicina alopata tradicional, materialista, Cartesiana, e Newtoniana, para indicar um agregado de sinais e sintomas, associados a uma mesma patologia, ou doença, e que em seu conjunto definem, o quadro clínico, de uma condição de desequilíbrio.

Iremos utilizar esse mesmo termo numa perspectiva holística, quântica, holográfica, da medicina natural, integral, xamânica, pleiadiana, com o objetivo de alerta geral, pois, uma grande parcela da humanidade, principalmente da raça Índigo, está sofrendo dessa doença gravíssima, que está sendo diagnosticada, erroneamente, como outra doença pela medicina alopata, ou não estão sendo valorizados alguns sintomas vitais, para a saúde holística.

UMA INTRODUÇÃO BASEADA NUMA CIÊNCIA HOLÍSTICA,

1, A nossa conexão com as vibrações, e dimensões superiores da consciência, ocorre através do chacra coronário, ou chacra da coroa, no topo da cabeça, que faz a conexão do Ego, dual, com livre arbítrio, da terceira e da quarta dimensões, dos estados de vigília, e de sono, respectivamente, com o Eu Superior, no nível da quinta dimensão, da Verdade, da Luz, e sem livre arbítrio, pois aí, como dizia o Mestre Jesus, seguimos a “Vontade do Pai”.

Seguimos o caminho da nossa missão planetária e cósmica, livre do mundo das crenças, dos arquétipos, dos velhos paradigmas limitadores e dos dogmas. Para representar essa ligação, “antakarana”, em Sânscrito, os santos têm uma auréola na cabeça, o papa usa Coroa, o Buda tem o montinho de cabelo, e o cacique pele-vermelha, usa um belo cocar de penas.

2, Esse chacra, ou vórtice energético, sintoniza a freqüência na cor violeta, que emana da Luz branca do Sol, gerada na sua última camada energética, chamada de Corona, daí a razão do nome coronário, e está conectado á glândula pineal, no centro da nossa cabeça.

3, A pineal, é uma glândula endócrina, que libera um hormônio chamado melatonina, que nos coloca para dormir, isto é, nos leva para a quarta dimensão, o plano astral. A pineal, apresenta a estrutura cristalina do cristal de apatita, e funciona como uma antena de celular, nos conectando a uma “operadora local”, chamada de Eu Superior, em cadeia com uma “operadora central” chamada de Fonte inteligente, ou Uno criador.

4, A neurociência moderna demonstra que a glândula pineal está conectada ao hemisfério cerebral direito, que é responsável pela intuição, percepção holística, espacial, lúdica, feminina, yin, a criatividade, responsável pelo nosso “religare”, á nossa multidimensionalidade crística, a uma consciência superior.

5, Sabemos da medicina tradicional, que o hemisfério cerebral direito, controla o lado esquerdo do corpo, e o hemisfério esquerdo, controla o lado direito. Como a humanidade atual é na sua maioria destra, e 98% das pessoas do mundo ocidental, usam a mão direita, podemos deduzir, que elas são dominadas pelo hemisfério cerebral esquerdo, que é o nosso lado lógico, linear, matemático, das coisas tridimensionais, da sobrevivência física.

6, Também sabemos, que vários hábitos “modernos”, bloqueiam o chacra coronário, pois temos a oportunidade e a capacidade de “medir” com um pêndulo, o equilíbrio energético de todos os chacras.

Entre os hábitos, ou melhor, vícios, que bloqueiam o chacra coronário, destacam-se,

A, consumo de carne vermelha, (churrasco, McDonalds), originários de animais mamíferos, que possuem um cérebro emocional, e geram adrenalina, e outras toxinas de baixa vibração;

B, consumo de coca-cola, com a sua fórmula secreta, contendo doses cavalares de cafeína, açúcar, e sal, além de cocaína;

C, consumo de bebidas alcoólicas;

D, consumo de cafeínas em geral,

E, exposição demasiada a programas de TV, pois a irradiação magnética, afeta o cérebro físico, além de anestesiar a mente, e a consciência, pois se fica em um estado de passividade, onde, sequer mexem-se os olhos, o mesmo vale para os aparelhos de celular.

Consequentemente, qualquer bloqueio, ou alteração, no hemisfério direito, afetará o lado esquerdo do corpo.

Os sintomas mais representativos, da síndrome do lado esquerdo, que não são percebidos pela medicina tradicional, e nem valorizado pelas pessoas, são os seguintes,

1, Alterações no Olho esquerdo. Os olhos, são extremamente sensíveis, e funcionam como sensores importantes de desequilíbrios cerebrais. A dor, é uma manifestação no corpo etérico, é um aviso que algo não está correto. Preste atenção, e você verá, que os seguintes sintomas se apresentam mais no olho esquerdo, que no direito: enxergar menos, coçar, lacrimejar, pontadas, visão de “névoa”, dor, e doenças em geral.

2, Sinais no Coração. “Pontadas”, ou arritmias no coração, pressão alta, e uma sensação de peso ou angústia no peito.

3, Na mama esquerda. No caso das mulheres, as mamas são muito sensíveis, aos desequilíbrios energéticos, do hemisfério direito (feminino), e apresentam pontadas, nódulos, e muito mais casos de câncer, do que na mama direita. Muitas vezes, a mulher “sente”, que algo não está bem, vai ao médico que nada descobre, pois a doença, ainda está no nível energético, mais sutil, e ainda não se manifestou no corpo físico.

4, Diabetes. A parte principal do pâncreas, chamada cabeça, fica no lado esquerdo do abdômen, e é afetado pela falta de energia vital.

5, Constipação Intestinal, diarréias, e síndrome do cólon irritável. A saída das fezes do nosso corpo, se processa pelo cólon descendente do intestino grosso, que fica no lado esquerdo do corpo, na altura do osso ilíaco. Considero a prisão de ventre, uma das doenças mais traiçoeiras que existem, pois ela não é valorizada com uma doença gravíssima, que gera uma lista enorme de outras doenças físicas, inclusive câncer de útero, e ovário esquerdo. Eles ficam no mesmo plexo energético. As mulheres que têm prisão de ventre, apresentam dificuldade para engravidar, ou perdem o feto. Do ponto de vista energético, deve-se evacuar, depois de cada refeição, como fazem as crianças, e os animais.

Quando ingerimos uma refeição, começam os movimentos peristálticos, que expulsam o lixo (fezes), contaminado da refeição anterior. Quem defeca apenas uma vez por dia, sofre de prisão de ventre.

Dentre os alimentos geradores de prisão de ventre, estão os produtos gelados em geral, (água, refrigerantes, cervejas, sorvetes dentre outros – pouca gente sabe disto), carnes vermelhas, produtos refinados, normalmente escuros, açúcar, trigo, manipulados quimicamente com ácidos altamente danosos à saúde, para se apresentarem-se brancos, – para mim, na melhor hipótese, uma atitude ambiental racista mas, provavelmente uma “ação de mercado”, para gerar doenças, e vender medicamentos, pois são os mesmos grupos internacionais, que controlam tanto a tecnologia de alimentos, como os laboratórios farmacêuticos e, também, os produtos industrializados em geral e alimentos com agrotóxicos.

6, Dores no joelho esquerdo. Os joelhos, são também muito sensíveis, Há muito mais dores e doenças no joelho esquerdo, do que no direito.

7, ‘Cansaço’, varizes, isquemia, problemas de circulação, e dores com mais frequência na perna esquerda. Sabemos que o fluxo energético no corpo etérico, entre o céu, a nossa componente divina, o Eu Superior, conectado ao chacra da coroa, e a mãe terra, Gaia, equipara-se ao seguinte “circuito ou fluxo energético”, com energias circulando de cima para baixo, e vice-versa, chacra coronário, glândula pineal, hemisfério cerebral direito, todo o lado esquerdo do corpo, e as energias da mãe terra, entrando pelo pé esquerdo. Quando se tem esse circuito funcionando normal, o ser humano, está com a consciência desperta, multidimensional, num estado preliminar de iluminação.

O simbolismo do papa, e dos padres, com a coroa na cabeça e o cajado na mão esquerda, significa que ele está conectado entre o céu, e a terra. Logo, a igreja católica sabe disto. Embora não faça parte de nenhuma sociedade sectária, sei que a maçonaria também sabe. (veja o livro chamado, “Sua majestade o pé esquerdo”, editado pela Trolha).

Se a alta cúpula da igreja católica, e a maçonaria, sabem disto, e existe a conexão Igreja – Maçonaria – Illuninati, (vejam a obra do David Icke), com as sociedades secretas, a elite da Nova Ordem Mundial, e o Governo Oculto, conseqüentemente também sabem, os laboratórios farmacêuticos internacionais, que criaram a indústria da doença.

Este simples bloqueio energético, gera um negócio criminoso de bilhões de dólares, promovendo o bloqueio magnético do chacra coronário, fazendo com que a pessoa fique desconectada, do seu Eu Superior, e presa no mundo da matéria, dos arquétipos, que são controlados, a partir da quarta dimensão pelos seres arconticos.

Esclarecendo para os que ainda não conhecem, os Annunakis são os habitantes do planeta Nibiru, e são os “deuses”, do antigo testamento, hebraico, cujo rei Annunaki, Annun, um extraterrestre encarnado, é o Messias esperado pelos hebreus, a bordo do planeta Nibiru, com data prevista de retorno á terra para o ano 2040, de acordo com a pesquisadora Sylvia Browne, na página 68, do livro, “O Fim dos Tempos”, da Editora Prumo.

A aproximação do planeta Nibiru, com órbita do nosso planeta, no sistema solar, a cada 3.600 anos, e a relação dos seus habitantes extraterrestres, Annunakis/Sumerianos, com os deuses do antigo testamento judeu, estão bem fundamentados na tradução das tablitas da Suméria, espalhadas em vários museus europeus, na monumental e apresentadas na obra do, Dr. Zecharia Sitchin, nos seus livros, “O 12º Planeta”, e “Gênesis Revisitado”, que recomendo, enfaticamente, para aqueles que queiram levantar o véu de ignorância, que foi intencionalmente colocado, pelo “povo escolhido de deus”, sobre as consciências infantis do mundo Ocidental, através do controle mental da filosofia judaico-romana, a partir dos mitos manipulados na Bíblia “Sagrada” Judaico-Cristã.

CONCLUSÃO,

Como conseqüência desse bloqueio, dessa síndrome, as pessoas perdem o “ancoramento” magnético, entre o Sol e a Terra, e os seguintes sintomas, se apresentam nos Trabalhadores da Luz, que têm, por missão, estarem conectados ao Eu Superior, para receberem as informações da hierarquia espiritual, via intuições divinas:

Vazio existencial, síndrome do pânico, bi-polaridade, “borderline”, esquizofrenias, visões de espíritos desencarnados de baixa vibração, pesadelos, sonhos “caindo”, pesadelos, fuga da realidade, através do consumo de drogas lícitas, (bebidas alcoólicas, estimulantes do tipo, Red Bull, e Burn, da Coca-Cola) e ilícitas, (maconha, cocaína, êxtasis, e outros fabricados artificialmente), medo de dormir, e de escuro, só conseguindo adormecer depois de três horas da manhã, obsessão.

Existe outro problema gravíssimo que é a,

VAMPIRIZAÇÃO SEXUAL, DURANTE O SONO,

Esse sintoma, atinge mais as mulheres jovens, e rapazes homossexuais. Existe um roubo energético, causado por seres desencarnados, viciados em sexo, durante o nosso sono, cujos sintomas principais são: dormir muito, acordar exaustos, pesadelos com coisas “nojentas”, ou caindo, olheiras, e falta de libido, na terceira dimensão.

Nesses casos, as pessoas têm medo de dormir, pois sabem inconscientemente, que serão ‘abusadas sexualmente’, durante o sono.

Quando se perde esse ancoramento energético, a pessoa perde, também, o livre arbítrio, na quarta dimensão, que não tem paredes e sim faixas vibracionais.

Normalmente tudo começa com uma estimulação erótica, um sonho erótico, e já documentei casos, de meninas acometidas desses tipos de abusos, a partir dos sete anos de idade.

Esses seres das trevas, não respeitam ninguém. É um absurdo.

Revisão
Sr.Black
https://www.facebook.com/rumoanovahumanidade/

Link do Video desta materia no YouTube
https://youtu.be/-fGa93uA81w

DEIXE UMA RESPOSTA

Entre com seu comentário
Entre com seu nome